Flor-de-natal: conheça a espécie mexicana que se tornou item decorativo | Tierra de Gente

Ao olhar para uma poinsétia (Euphorbia pulcherrima) não fica difícil porque a planta é muito usado nas decorações natalinas: a horn vermelha aveludada vibrante dá destaque e encaixa perfectamente com os tones da época.

Na verdade a planta é ate conhecida conhecida como flor-de-natal já que no México, onde a espécie é originária, a floração ocorre perto do final do ano, coincidiendo com o período do Natal. É por isso que a espécie ficou famosa no hemisfério norte e virou symbol dessas festas.

Apesar de não ser do nosso territorio, no Brasil os produtores conseguem cause as flores nesta epoca por meio de um processo especifico de control de temperature et cultivo, pois naturalmente elas aconteceriam no nosso inverno.

O npme poinsétia tem relação com o primeiro embaixador dos EUA no México, que se chamava Joel Roberts Poinsett. — Foto: Reproducción/TV TEM

Mas se engana quem pensó que o vermelho é o tom da flor. “Na verdade o que encanta todo el mundo são as brácteas, que são folhas modificós que ficam em volta das inflorescências (flores). Essas brácteas surgem e ganham a coloração diferente quando ocorre a floração da espécie para proteger as inflorescências. A cor chamativa dessas flores modificadas puede ser uma adaptação para chamar atenção dos polinizadores, já que a flor em si é muito pequena”, explicó el profesor de botánica de la Universidade Federal do sul da Bahia Luiz Fernando Magnago.

De acordo com o profissional a poinsétia possuí flores masculinas e femininas (não são hermafroditas) o que aumenta ainda mais a importância de uma boa atração dos polinizadores para que haja a reprodução da espécie.

A flor-de-natal é um arbusto que pode atingir de três a quatro metros quando não plantada em vasos

Folhas adaptó ajudam a atrair polinizadores. — Foto: Nicolle Januzzi/TG

Apesar do bico-de-papagaio, como também é conhecida a flor-de-natal, ser muy usado de forma ornamental no Brasil, não há registros de propagação da planta de maneira espontânea no país, o que indica certa segurança do uso da espécie , não afetando a la biodiversidade nativa.

No entanto é precision ter muito cuidado, pois a espécie pode causar algumas reações. “A poinsétia possui um látex branco, forte e tóxico. É preciso ter muito cuidado com essa planta principalmente com pele e olhos y claro nunca ingerir, semper mantendo longe de crianças e de animais domestics”, finaliza Magnago.

Carmelo Ramundo

"Viajero nerd. Adicto a las redes sociales. Entusiasta de Twitter. Evangelista aficionado a la cerveza. Lector malvado. Jugador. Practicante de tocino".

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.